sábado, 22 de novembro de 2008

CAÑON DEL COLCA (PERU)




























Cañon del Colca é um dos mais profundos canyons do mundo, com 3.191 m de profundidade.

Existem diversas comunidades habitando esse lugar lindo e nosso tour de 2 dias nos permitiu conhecer de perto a forma de viver dessas pessoas tao simples e tao necessitadas.

Subimos a 4.910 m de altitude (nosso recorde ... com muita folha de coca, é claro) para cruzar os Andes. Nesse ponto sentimos o coracao querendo sair pela boca, por causa do ar rarefeito.

Os montinhos de pedra que se ve por todo lado sao levantados pelas pessoas que passam pelo local e fazem seus pedidos ...

Depois "despencamos" para Chivay, um povoado onde passamos a noite. Uma cidadezinha onde a populacao assiste TV na rua (veja foto) e vende, a céu aberto, cobra, macaco e cabecas de vicuña. Impressionante!

Nem dá pra acreditar que num lugar desses existe um hotelzinho tao bacana como o que ficamos (La Casa de Lucila).

Alguns fatos sao marcantes e jamais esqueceremos:

* Uma menininha de uns 4 anos, com a maior naturalidade, "endireitou" com a mao, a cabeca da Alpaca que estava deitada no balcao, quando percebeu que íamos fotografar. Chocante!

* Um filhotinho de Lhama é a coisa mais fofa. Dar mamadeira entao, foi demais! Veja foto do Léo.

* Vestir-me com roupas típicas dos Andes Peruanos foi o máximo. E ainda peguei uma linda menininha nativa, de 2 aninhos, no colo. Fizemos isso por uma gorgeta que demos, mas ouvimos uns americanos perguntando quanto custava pra fazer a foto e eles disseram US$ 5,00 !!! Enquanto o Léo tirava foto, um monte de gente dos outros onibus fizeram o mesmo ... devo estar famosa mundo a fora!

Também em Chivay, fomos aos banhos termais "LA CALERA", com água a 40 graus, vinda diretamente de vulcao. Delícia !!!

A noite fomos jantar com o grupo e assistir a show folclórico com dancas típicas ... muito legal!

No dia segunte acordamos muito cedo para ir a um mirante do Voo do Condor. Esse pássaro vive na altura e chega a medir 3 metros de envergadura ... compare o tamanho do bicho com as pessoas amontoadas no topo da montanha.

A paisagem é estonteantemente linda. O silencio atordoa nossas mentes urbanas. O frio grita mais alto que tudo. O pó da estrada limpa nossos pulmoes. O sol refresca. E um monte de cactus acaricia nossa pele. Sinistro! Diferente! Emocionante!

Um comentário:

Célia disse...

Olá Dani!
Que bom poder revê-la em altos lugares, em grande estilo, toda colorida e com amplos lindos sorrisos! Espero que você e Leo estejam bem e divertindo-se muito!
Beijos com saudades
Célia (psicóloga)